Segunda Guerra Mundial

18/11/2012 20:34

II Guerra Mundial

 

DESENVOLVIMENTO DO CONFLITO

 

A Segunda Guerra Mundial (1939 -1945) foi o conflito que mais vítimas causou (50 milhões) em toda a história da humanidade. Foi provocada pelos três países em que tinham sido implantados regimes autoritários (Alemanha, Itália e Japão). Estes estados queriam ampliar as suas respectivas áreas de influência e uniram-se numa coligação que ficou conhecida como Eixo.
Para Hitler, era fundamental criar uma "nova ordem" na Europa, baseada na superioridade alemã, na exclusão - eliminação física incluída - de minorias étnicas como os judeus, na supressão das liberdades e dos direitos individuais e na perseguição de ideologias liberais, socialistas e comunistas.
As nações democráticas (como a França, a Grã-Bretanha e os Estados Unidos) opuseram-se aos desejos expansionistas do Eixo. Estas nações, juntamente com a União Soviética, após a invasão desta por Hitler, constituíram a base do grupo dos Aliados.
Este conflito acabou por envolver a maior parte dos países do mundo (participaram nações dos cinco continentes). Em algumas nações (como a França e a Jugoslávia), a Segunda Guerra Mundial provocou confrontos internos entre partidários de um e de outro grupo.
No final, os Aliados conseguiram derrotar o Eixo.
 
O início da guerra
A 1 de Setembro de 1939, o exército alemão lançou uma forte ofensiva contra a Polónia e conseguiu derrotar as suas tropas em poucos dias. A União Soviética tornou efectivo o seu pacto com a Alemanha nazi e ocupou a parte oriental da Polónia. A Grã-Bretanha e a França responderam à ocupação declarando guerra à Alemanha, não entrando porém imediatamente em combate. A Itália, nesta fase, declarou-se "país não beligerante".



  Europa no início da guerra

 
A "guerra relâmpago"
A 10 de Maio de 1940, o exército alemão lançou uma ofensiva contra os Países Baixos e a França. Graças à combinação de ofensivas de pára-quedistas com rápidas manobras de blindados (a chamada "guerra relâmpago"), os Alemães conseguiram derrotar as defesas francesas. O Marechal Pétain assumiu a chefia do governo em França: assinou um armistício com Hitler e começou a colaborar com os Alemães.



 A invasão da Normandia - plano do dia D

 
A invasão da URSS
Depois de controlar praticamente toda a Europa, em Junho de 1941, o exército alemão lançou-se à conquista do território soviético. Com este ataque, Hitler pretendia ficar com o pleno domínio de Leste da Europa. Foi a operação mais ambiciosa da Wehrmacht. No entanto, Estaline conseguiu travar os ataques nazis.
 
A guerra em África
Em Setembro de 1940, as tropas italianas destacadas na Líbia atacaram o Egipto.
Os efectivos ingleses destacados na zona realizaram uma espectacular contra-ofensiva. Hitler enviou duas divisões blindadas em auxilio dos Italianos. Os Alemães conseguiram grandes vitórias mas, em 1942, os Britânicos contra-atacaram em El-Alamein. Em 1943, as tropas italo-alemãs viram-se obrigadas a abandonar a zona.
 

A guerra no Pacífico

A partir de 1940, o Japão tentou aumentar a sua influência no Sudoeste Asiático e no Pacífico. o governo dos Estados Unidos, indignado, impôs sanções económicas ao Japão. Como represália, a 7 de Dezembro de 1941, a aviação japonesa atacou Pearl Harbour, a maior base norte-americana do Pacífico. Em apenas duas horas, os pilotos japoneses conseguiram inutilizar todos os navios ancorados no porto. A guerra no Pacífico tinha começado. 
Nos primeiros meses de 1942, os Japoneses conquistaram vastos territórios da Ásia e do Pacífico. 
Em 1945, perante a resistência nipónica, o presidente norte-americano ordenou o lançamento das primeiras bombas atómicas da história, contra Hiroshima e Nagasaki.
o Japão rendeu-se imediatamente.


 Bomba atómica

 

A reconquista da Europa

A partir de 1943, os exércitos aliados foram recuperando território passo a passo. Os Soviéticos obrigaram os Alemãs a retroceder e os Norte-americanos ocuparam parte da Itália. Em Junho de 1944, os Aliados efectuaram um espectacular desembarque nas praias da Normandia. O exército alemão não conseguiu responder ao ataque combinado e teve de retroceder.

   

 

 

 


Desembarque na Normandia

 
A derrota do Eixo

     Assinatura da rendição do Japão
Apesar da evidente superioridade militar aliada, as tropas alemãs resistiram durante meses. A 30 de Abril de 1945, Hitler suicidou-se. A 7 de Maio, o seu sucessor, o almirante Donitz, assinou a capitulação alemã. A 14 de Agosto, o imperador do Japão rendeu-se incondicionalmente.

 


 A Europa no final da Segunda Guerra Mundial

 

Sites relacionados:

http://www.us-israel.org/jsource/Holocaust/hitler.html
(Adolf Hitler)

http://canais.sapo.pt/milenio/o1/114218.html
(Hitler -biografia em Português)

http://www.pcf.city.hiroshima.jp/peacesite/English/Stage1/S1-4E.html
(Bomba de Hiroshima)

http://www.lib.muohio.edu/inet/subj/history/wwii/index.html
(Segunda Guerra Mundial - Fontes na internet)

http://www.nando.net/sproject/dday/dday.html
(Invasão da Normandia)

http://www.terravista.pt/aguaalto/1098/segunda.html
(Segunda Guerra Mundial - Factos históricos e personagens intervenientes em dois dos maiores conflitos bélicos do séc. XX)

http://www.fmv.ulg.ac.be/schmitz/Holocaust/eg2.html
(Holocausto)

http://www.us-israel.org/jsource/bibliowf.html#Holocaust
(Holocausto)

 

Artigo retirado daqui: http://users.prof2000.pt/ano/alvide/leitura/Seg_G_Mund.htm

—————

Voltar